domingo, 25 de março de 2007

O maior dos piores (crónica)

"Ao que parece, Salazar vai ganhar o tal concurso de o melhor português. Vale o que vale. Vale bem mais o belíssimo comentário dos Gato Fedorento não se faz; um homem que toda a vida andou a evitar as eleições democráticas tem a sua primeira vitória depois de morto. Se é verdade que ele vai ganhar, se é verdade que um qualquer sindicato de voto o elegerá, fique então essa consolação de o ditador, depois de morto, ter sido sujeito à opinião livre dos cidadãos. E voltando ao tema inicial: o grande português é um prof. dr. Foi um grande sacana, possivelmente o maior sacana português. Mas era prof. dr.. Bom proveito!"
José Leite Pereira
(«O maior sacana português», JN, 23/3)
PS: vale a pena também ler a 1.ª parte desta crónica, sobre o peso da reverência no país.

1 comentário:

manuel marques disse...

Infelizmente è por estas e outras, que cada vez me sinto mais livre, ao viver fora do país que eu amo.Não faz sentido mas è o que sinto.Quando um canalha destes ,està na calha para ser eleito o maior português de sempre,està tudo dito sobre o meu povo.